Qualcomm: boato de superaquecimento no Snapdragon 810 é “baboseira”


 Considerando que o Snapdragon 810 é o processador mais avançado produzido pela Qualcomm até hoje, era de se esperar que ele estivesse em quase todos os novos smartphones top de linha, mas ele até agora só apareceu no HTC One M9 e no LG G Flex 2. Em uma entrevista com a Forbes, o vice-presidente de marketing da fabricante, Tim McDonough, falou sobre os rumores de superaquecimento que vem rondando do SoC.

 De acordo com o executivo, esses boatos são pura “baboseira” e possuem uma explicação simples, que ele deixa implícita com apenas uma pergunta: “Quem sai ganhando com esse rumor?”. Ao dizer isso, McDonough dá a entender que o timing da circulação dessa história falsa coincidiu com o lançamento do Exynos 7420, o processador da Samsung que é o componente central do Galaxy S6 e do S6 Edge.



 “Nosso ponto de vista é que esses rumores sobre o que teria acontecido com o LG G Flex 2 e o Qualcomm 810 por eles serem os primeiros a chegar ao mercado com um processador de aplicações de nível premium. Então alguém decidiu espalhar alguns boatos mentirosos sobre isso, o que é deprimente, mas de vez em quando é assim que negócios são feitos. Isso nos forçou a gastar bastante tempo respondendo por uma história falsa, afirmou.

Polêmica do LG G4

 O uso do Snapdragon 808 no LG G4 só serviu para aumentar as chamas dos rumores, já que passou-se a acreditar que o fato do 810 não ter sido escolhido provava que havia algo de errado com o SoC. Para essa teoria, McDonough diz que essas decisões são feitas 18 meses antes de um celular ser anunciado e que ambos os chips foram feitos na mesma época.

 “Quando estávamos trabalhando com a LG no G Flex 2 e no G4, produzimos o 808 e o 810 quase ao mesmo tempo. Os motivos simples [para a escolha de um, e não do outro] são os objetivos de design para a experiência 2K do G4”, explica. Com isso, ele quer dizer que enquanto o 810 foi feito para lidar com vídeos em 4K, o 808 não possui essa capacidade – o que a LG teria decidido não ser necessário para o aparelho.



 E você, o que acha das explicações do executivo? Acha que ainda dá tempo da Qualcomm recuperar a popularidade do Snapdragon 810? Acredita que é hora da empresa partir para a próxima tecnologia? Deixe sua opinião nos comentários.

Fonte(s)
Imagens

Esse perfil e de propriedade de glaucio (glau), mais e ultilizado pela equipe que trabalha no site. Twitter: @tecworldk. Whats: (+55) 11-958602911 (Duvidas).

Compartilhe e Divulgue o Site! :)

Inscreva-se e Receba todas as Notícias no seu Email.

Postagens Relacionadas

Comente, Pergunte, Avalie. Estamos pronto pra Responder sua Duvida.