Quantum Go: smartphone ultrafino de 6,5 mm chega ao Brasil por R$ 699

 Sem grandes alardes prévios, a Positivo Informática acaba de anunciar uma nova linha de smartphones Android para o mercado brasileiro - sendo ela independente da empresa já consolidada. Trata-se da Quantum, inaugurada por um dispositivo chamado Quantum Go e que surge com hardware bem interessante, prometendo trazer novas possibilidades para os consumidores que estão na busca de um aparelho diferente para suas tarefas cotidianas.
 O aparelho conta com processador MediaTek MT6753 octa-core (1,3 GHz) e 2 GB de memória RAM, o que o coloca na mesma faixa de desempenho dos dispositivos Moto G da Motorola e Xperia E4 da Sony. Ele ainda terá câmera digital integrada de 13 MP (com modo Quantum para até 24 MP) e até 32 GB de memória interna para o armazenamento de dados e instalação de aplicativos – vale dizer que esse espaço pode ser aumentado com um cartão de expansão.
 Em relação à tela, o Quantum Go surge com display AMOLED de 5 polegadas e resolução de 1280x720 pixels. Além do que já mencionamos, o grande estaque do smartphone brasileiro é o design ultrafino. Com apenas 6,5 milímetros de espessura e 115 gramas, o Quantum promete muita leveza para garantir que os consumidores tenham conforto e portabilidade no transporte do dispositivo.A fabricante promete que o aparelho começará a ser vendido a partir do dia 3 de setembro pelo site http://www.meuquantum.com.br. Cada unidade poderá ser adquirida por preços que se iniciam nos R$ 699.

Especificações Técnicas

  • Sistema operacional: Android 5.1 Lollipop
  • Tela: AMOLED de 5 polegadas
  • Resolução: 1280x720 pixels
  • Processador: MediaTek MT6753 octa-core
  • Clock de processamento: 1,3 Ghz
  • GPU: Mali-T720MP3
  • Memória RAM: 2 GB
  • Memória de armazenamento: 16 GB (3G) ou 32 GB (3G ou 4G)
  • Câmera traseira: 13 MP
  • Câmera frontal: 5 MP com lente grande angular (84º)
  • Rádio FM: Sim
  • TV Digital: Sim
  • Dual-SIM: Sim
  • Bateria: 2300 mAh
  • Conectividade: 3G, 4G, Bluetooth, USB (on-the-go)
  • Bandas: 2600 MHz, 1800 MHz e 700 MHz
  • Dimensões: 145 mm x 71,5 mm
  • Espessura: 6,5 mm
  • Peso: 115 gramas
  • Preço: R$ 699 (3G / 16 GB), R$ 799 (4G / 16 GB), R$ 899 (4G / 32 GB)

Câmeras Quantum

 Há alguns recursos bem interessantes que foram apresentados pela Quantum para o Go. O dispositivo conta com algumas grandes novidades para as duas câmeras, tanto a frontal quanto a traseira. Na frontal de 5 MP, podemos ver uma lente grande angular para selfies mais amplas (similar à vista no Zenfone 2). Já na traseira, o sensor de 13 megapixels pode garantir até 24 MP graças a alguns recursos de software.
 Também existe um sistema chamado Quantum Drive, que serve para transformar o aparelho em uma câmera de bordo para veículos. A empresa ainda revelou um acessório especialmente produzido para esse recurso (você pode vê-lo na imagem logo abaixo deste parágrafo).

Um novo modelo de vendas

 O grande trunfo da Quantum está no modelo de negócios da empresa. Em vez de utilizar varejistas para a distribuição, o sistema de entrega aos consumidores é muito mais parecido com o visto na OnePlus, por exemplo. O processo de vendas vai das linhas de produção ao consumidor sem interferências (sendo que alguns pontos de demonstração serão instalados no Brasil para facilitar o conhecimento dos consumidores).

Divisão Positivo ou startup independente?

 Apesar de ser uma unidade de negócios independente à Positivo, o Quantum Go surge como o marco da renovação dela no mercado brasileiro – algo que teve início já no ano passado quando a empresa abandonou o nome “Ypy” em seus aparelhos e passou a investir mais em inovação para os dispositivos intermediários (“super gama média”, como é conhecido o segmento na América Latina).
 Com ele, a fabricante planeja continuar o seu crescimento no setor Mobile, que vem sendo cada vez mais importante para as grandes empresas de tecnologia de todo o mundo. Vale dizer também que a aposta da Positivo Informática com o Quantum Go é bem similar à vista nos notebook Vaio: design e engenharia de terceiros (lembrando que a base da Quantum é uma startup de Curitiba) sendo aplicados às linhas de produção da própria Positivo.
 Outra mudança trazida pela Quantum é a venda online – que segue os padrões vistos pela Xiaomi, por exemplo. Será que os consumidores brasileiros vão reagir bem à novidade? É o que vamos saber em breve. Vale dizer também que faremos uma análise completa do dispositivo assim que recebermos a versão de review.
FONTE(S)
IMAGENS

Esse perfil e de propriedade de glaucio (glau), mais e ultilizado pela equipe que trabalha no site. Twitter: @tecworldk. Whats: (+55) 11-958602911 (Duvidas).

Compartilhe e Divulgue o Site! :)

Inscreva-se e Receba todas as Notícias no seu Email.

Postagens Relacionadas

1 comentários:

comentários

Comente, Pergunte, Avalie. Estamos pronto pra Responder sua Duvida.