Facebook vai criar 'máquina de teletransporte' até 2025

 "O Facebook quer construir uma máquina que vai deixar você ir em qualquer lugar, com qualquer pessoa, independente de fronteiras geográficas". Esta frase foi dita por Mike Schroepfer, CTO (diretor técnico) da rede social de Zuckerberg,durante uma coletiva de imprensa no Dublin Web Summit. A ideia é que essa "máquina de teletransporte" esteja disponível até 2025.
 Obviamente, a máquina não funciona teletransportando o corpo, mas sim enganando os sentidos dos usuários. Isso, segundo Mike, vai ser feito com a Oculus — a empresa do Rift, um dos gadgets de realidade virtual mais conhecidos do mercado. O executivo fala que, até a data estabelecida, será possível mimetizar o mundo em tempo real e fornecer "a habilidade de criar qualquer coisa que as pessoas possam imaginar em 3D".
 Schroepfer comentou que o Facebook já está trabalhando nisto. Afinal, são apenas nove anos de desenvolvimento para entregar algo como o esperado pela rede social. Então, três metas foram estabelecidas.

Visão e sensação

 Para fornecer a sensação de que a pessoa realmente está em outro lugar, não bastam apenas imagens e sons. Por isso, o Facebook já está trabalhando em um sensor de pressão que trabalha em conjunto com uma câmera. Dessa maneira, vai ser possível, por exemplo, sentir de maneira fiel um aperto de mão.
 Sobre os trabalhos iniciais, Schroepfer disse que é "incrível o quão rápido o cérebro pensa que o encontro acontece com outra pessoa real".

Mimetizar

 Criar um ambiente real e fidedigno também é um desafio. Quem também está trabalhando nesta tecnologia é a empresa Surreal Vision, que foi adquirida recentemente pela Oculus. Segundo o executivo do Facebook, "as possibilidades são enormes".

Mundos próprios

 Além de cenários reais, o Facebook quer que os usuários possam criar e desenvolver os próprios mundos — por exemplo, você pode dar uma volta em Pandora, de Avatar, como na imagem acima. A ideia é que as pessoas possam moldar objetos e cenas 3D sem qualquer dificuldade. Para isso, a rede de Zuckerberg vai lançar um software chamado "Medium", que permite baratear a criação de mundos virtuais.
 Segundo Schroepfer, a visão da Oculus com isso é "democratizar o acesso a experiências e informações, deixando que as pessoas no mundo sintam que podem ir para qualquer lugar e fazer qualquer coisa".
FONTE(S)
IMAGEN(S)
LEITOR COLABORADOR DANIEL CARRANÇA

Esse perfil e de propriedade de glaucio (glau), mais e ultilizado pela equipe que trabalha no site. Twitter: @tecworldk. Whats: (+55) 11-958602911 (Duvidas).

Compartilhe e Divulgue o Site! :)

Inscreva-se e Receba todas as Notícias no seu Email.

Postagens Relacionadas

Comente, Pergunte, Avalie. Estamos pronto pra Responder sua Duvida.